Barça e Napoli empatam e Bayern sai na frente nas oitavas da Liga

‘):””},t.getDefinedParams=function(n,e){return e.filter(function(e){return n[e]}).reduce(function(e,t){return l(e,function(e,t,n){t in e?Object.defineProperty(e,t,{value:n,enumerable:!0,configurable:!0,writable:!0}):e[t]=n;return e}({},t,n[t]))},{})},t.isValidMediaTypes=function(e){var t=[“banner”,”native”,”video”];if(!Object.keys(e).every(function(e){return s()(t,e)}))return!1;if(e.video&&e.video.context)return s()([“instream”,”outstream”,”adpod”],e.video.context);return!0},t.getBidderRequest=function(e,t,n){return c()(e,function(e){return 0t[n]?-1:0}};var r=n(3),i=n(91),o=n.n(i),a=n(11),c=n.n(a),u=n(8),s=n.n(u),d=n(10);function f(e){return function(e){if(Array.isArray(e)){for(var t=0,n=new Array(e.length);t

“)}(r.script,r.impression_id);var o=p(m[r.size_id].split(“x”).map(function(e){return Number(e)}),2);n.width=o[0],n.height=o[1]}n.rubiconTargeting=(Array.isArray(r.targeting)?r.targeting:[]).reduce(function(e,r){return e[r.key]=r.values[0],e},{rpfl_elemid:i.adUnitCode}),e.push(n)}else c.logError(“Rubicon bid adapter Error: bidRequest undefined at index position:”.concat(t),s,a);return e},[]).sort(function(e,r){return(r.cpm||0)-(e.cpm||0)})},getUserSyncs:function(e,r,t){if(!j&&e.iframeEnabled){var i=””;return t&&”string”==typeof t.consentString&&(“boolean”==typeof t.gdprApplies?i+=”?gdpr=”.concat(Number(t.gdprApplies),”&gdpr_consent=”).concat(t.consentString):i+=”?gdpr_consent=”.concat(t.consentString)),j=!0,{type:”iframe”,url:o+i}}},transformBidParams:function(e,r){return c.convertTypes({accountId:”number”,siteId:”number”,zoneId:”number”},e)}};function g(e,r){var t=d.config.getConfig(“pageUrl”);return e.params.referrer?t=e.params.referrer:t||(t=r.refererInfo.referer),e.params.secure?t.replace(/^http:/i,”https:”):t}function y(e,r){var t=e.params;if(“video”===r){var i=[];return t.video&&t.video.playerWidth&&t.video.playerHeight?i=[t.video.playerWidth,t.video.playerHeight]:Array.isArray(c.deepAccess(e,”mediaTypes.video.playerSize”))&&1===e.mediaTypes.video.playerSize.length?i=e.mediaTypes.video.playerSize[0]:Array.isArray(e.sizes)&&0


Stock Car – A Stock e as possíveis via de evolução

Stock Car – Nelsinho Piquet

Colaboração: Fabrício Moreira Cerri

A Stock Car é, de longe, a maior categoria de automobilismo no Brasil possuindo grande destaque dentro da América Latina. A competitividade é um dos maiores trunfos da categoria, dada a quantidade de pilotos que vencem corridas e as possibilidades de cada prova e a diferença entre os carros.

A entrada de uma nova montadora, no caso a Toyota, fortalece ainda mais a categoria, novos patrocinadores, maior visibilidade e a vinda de novos pilotos. A nível de comparação a Super TC 2000 possui inúmeras fábricas participando.

Assim como na Fórmula Indy, a competição entre montadoras cria uma disputa a parte que favorece a “marca” e cria um campeonato à parte.

A incursão da Toyota Gazoo no campeonato nacional e uma possível “guerra” entre as montadoras (no caso a única concorrente em 2020 é a Chevrolet) pode colocar em outro patamar a Stock Car, assim como a vinda de outras montadoras, e quem sabe uma outra fornecedora de pneus, colabora para o desenvolvimento tecnológico dela.

As equipes que estarão com a montadora japonesa são a Full Time, RCM e A. Mattheis/Ipiranga as quais colaboraram no desenvolvimento do motor, sendo este fato um dos principais desafios no ano de estreia.

Um ponto importante, e que deve ser lembrado, é a íntima ligação entre a TCR e o piloto espanhol Fernando Alonso, o qual também já foi convidado por Rubens Barrichello para correr na corrida de duplas no autódromo de Goiânia no dia 29 de março. A presença deste seria uma jogada de marketing muito importante chamando a atenção do mundo todo, dada a visibilidade do príncipe das Astúrias. De qualquer maneira que seja a entrada da Toyota é um passo importante para a Stock Car e para a consolidação desta em um cenário mundial.

Outro ponto interessante neste ano é o calendário da categoria é a realização de provas em conjunto com a Copa Truck, com ambas compartilhando a pista do Autódromo José Carlos Pace nos dias 31 de maio e 13 de dezembro. A união tem tudo para ser marcante para os fãs de automobilismo, havendo sucesso neste formato, ele poderia vir a ser adotado em mais ocasiões. Além das datas já citadas, a Stock Car também correrá em Interlagos no dia 23 de agosto para a Corrida do Milhão, etapa na qual também podemos ter algumas participações de pilotos convidados. Um direcionamento que poderia ser adotado pela organização é este fato, e com que mais equipes viessem a correr com carros extras nesta etapa, assim como ocorre nas 500 milhas de Indianapolis.

E por falar no circuito oval americano, outra ideia que poderíamos copiar dos norte americanos é justamente a realização de provas nestes locais. Na corrida do milhão de 2018 o anel externo de Goiânia foi utilizado resultando em uma prova um tanto quanto emocionante, esta experiência devia ser repetida outras vezes, visto que outros circuitos também podem ter seus traçados modificados para atender este objetivo.

As cidades de Londrina (PR) e Goiânia (GO) recebem duas etapas cada, dado os grandes públicos obtidos nos últimos anos. Já foi levantado pela imprensa especializada a possibilidade de ocorrer uma etapa noturna no autódromo paranaense, uma vez que essa já possui iluminação para provas de arrancadas e por ser um circuito mais compacto que os demais os custos para iluminar seriam reduzidos. Apesar de esta assunto não ser mais comentado é uma boa opção visando o crescimento da Stock.

As outras etapas são realizadas no Velopark (RS), Campo Grande (MS), Velo Città (SP), Santa Cruz do Sul (RS) e Cascavel (RS). A categoria distribui-se basicamente nas regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste. A realização de provas em outras regiões é algo importante para promover a nacionalização desta, entretanto, os custos operacionais e de deslocamento são entraves para essa movimentação. As provas em circuitos de rua também são atrativos consideráveis e que agregariam a evolução da categoria.
A Stock vem em evolução constante, todavia, o equilíbrio marcante da categoria pode não segurar o público, e novas atrações devem ser pensadas e possivelmente introduzidas.

Fabrício Moreira Cerri
Iacanga SP

Quer ver todos os textos de colaboradores? Clique AQUI

Os artigos publicados de colaboradores não traduzem a opinião do Autoracing. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate sobre automobilismo e abrir um espaço para os fãs de esportes a motor compartilharem seus textos com milhares de outros fãs.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

AS – www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Com Carli em campo, Botafogo volta a treinar após dois dias

Fim da folia. Depois de dois dias de folga, o Botafogo retornou aos trabalhos nesta terça-feira e os jogadores do elenco profissional fizeram um treino no campo anexo do Estádio Nilton Santos. O destaque da atividade, fechada para a imprensa na maior parte do tempo, foi a presença de Joel Carli no gramado.

O argentino desfalcou o Botafogo na partida contra o Náutico, pela Copa do Brasil, na última quarta-feira, queixando-se de dores na coxa. Não viajou para Pernambuco por decisão do departamento médico, mas já está com condições de jogo para a sequência do Alvinegro na temporada e participou dos treinos de Paulo Autuori sem limitações.

O Botafogo folgou nos últimos dois dias por conta do Carnaval. Agora, os comandados de Autuori retornam com força total e com foco na preparação no duelo diante do Boavista, pela primeira rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, marcado para o próximo domingo, às 19h, no Estádio Nilton Santos.

Fernando, outro atleta que ficou de fora da partida contra o Timbu por problema físico, apareceu no campo anexo, mas participou apenas de parte da atividade no gramado. O lateral-direito concentrou parte do dia em trabalhos físicos na academia.

F1 – Alonso correrá na Indy 500 pela Arrow McLaren SP

Zac Brown e Fernando Alonso em Indianapolis

A Arrow McLaren SP anunciou um terceiro carro para a Indy 500 com o bicampeão da Formula 1 Fernando Alonso ao volante.

A notícia vem depois que a Honda teria vetado a entrada de Alonso na Indy 500 deste ano devido a seu mau relacionamento com o fabricante do motor durante seus últimos anos na Formula 1. A equipe Andretti negou isso na semana passada dizendo para as “pessoas não acreditarem em tudo que leem”.

A Arrow McLaren SP tem motores Chevrolet para o seu programa da IndyCar.

“Sou piloto e a Indy 500 é a maior corrida do mundo”, disse Alonso.

“Adoro os fãs incríveis que a tornam tão especial para todos nós pilotos e me fazem querer voltar. Eu tenho o máximo respeito por esta corrida e todos que competem nela e tudo o que eu quero fazer é correr contra eles e dar o meu melhor, como sempre.”

“Estou impressionado com a forma como a nova organização e operação está se transformando em um forte pacote com a parceria da Chevrolet. A equipe tem pessoas experientes, bem qualificadas e ótimos recursos, e estou confiante de que podemos ser competitivos.”

Alonso tentou duas corridas anteriores da Indy 500 em 2017 e 2019. Em 2017, ele liderou 27 voltas antes de seu motor Honda quebrar no final da corrida, pressionando ainda mais o relacionamento entre ele e seu antigo parceiro de motor.

Em 2019, o espanhol tentou outra Indy 500, mas desta vez com uma McLaren equipada com Chevrolet. Ele não conseguiu se classificar depois de ser esbarrado na posição inicial final por apenas 0,0129 segundos.

Este ano, a Arrow McLaren SP é uma equipe de tempo integral que compete na IndyCar e dará a Alonso um programa mais estabelecido para competir do que nos anos anteriores.

Zak Brown, CEO da McLaren Racing, trabalhou com Alonso na Formula 1 em 2017 e 2018 e esteve intimamente envolvido em colocar o novo projeto da IndyCar em funcionamento nesta temporada.

“Sempre dissemos que estamos abertos para Fernando em um terceiro carro para as 500 milhas, por isso estamos muito satisfeitos por ele ter decidido se juntar a nós”, disse Brown.

“Fernando é um dos maiores pilotos do esporte e é fantástico tê-lo como parte da equipe. É uma ótima maneira de disputar nossa primeira Indy 500 como Arrow McLaren SP e ter a Ruoff Mortgage apoiando Fernando é uma parceria perfeita.”

Alonso terá os jovens companheiros de equipe em Oliver Askew e Pato O’Ward. A 104ª Indy 500 será realizada em 24 de maio.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

AS – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Gaviões da Fiel se salva do rebaixamento no penúltimo quesito na apuração

Pode respirar aliviado, torcedor da Gaviões da Fiel. Após uma penalidade forte por um acidente ocorrido com um integrante da Comissão de Frente, a escola de samba acabou se salvando do rebaixamento na parte final da apuração.

A escola corintiana foi penalizada com um incidente ocorrido logo na comissão de frente, quando um integrante deixou cair a capa de sua fantasia. Como resultado, a escola foi punida no quesito e recebeu o total de 29,5.

Por grande parte da apuração, a Gaviões permaneceu na zona de rebaixamento no penúltimo lugar, seguida pela Pérola Negra, com uma diferença de três décimos para a X9 Paulistana, primeira escola fora da zona. Foi aí que tudo mudou.

O penúltimo quesito da apuração foi totalmente decisivo para salvar a Gaviões. A escola acabou foi uma das três únicas a receberem 30 pontos, enquanto a X9 Paulistana recebeu 29,2 e a Colorado do Brás recebeu 29,5.

Assinado pelo carnavalesco tetracampeão do carnaval carioca Paulo Barros, o desfile da Gaviões da Fiel trouxe histórias de amor como tema para a avenida. A escola também contou com a apresentadora Sabrina Sato como rainha de bateria.

Confira a classificação final do Carnaval de São Paulo:

1) Águia de Ouro – 269,9
2) Mancha Verde – 269,8
3) Mocidade Alegre – 269,7
4) Acadêmicos do Tatuapé – 269,7
5) Unidos de Vila Maria – 269,5
6) Dragões da Real – 269,5
7) Rosas de Ouro – 269,5
8) Tom Maior – 269,3
9) Império de Casa Verde – 269,2
10) Barroca Zona Sul – 269,0
11) Gaviões da Fiel – 268,9
12) Colorado do Brás – 268,7
13) X-9 Paulistana – 268,4
14) Pérola Negra – 267,6

Presidente da Ponte usa chegada de técnico para provocar Guarani: ‘Vão tremer’

Em 16 de março, Guarani e Ponte Preta farão um campeonato à parte no Paulistão. Isso porque os dois rivais vão se enfrentar na data no Brinco de Ouro da Princesa. E as provocações já começaram. O presidente do time alvinegro, Sebastião Arcanjo, aproveitou a contratação do técnico João Brigatti para alfinetar o arquirrival.

“Ao contrário do que muitos afirmam, eu tive a oportunidade de acompanhar a trajetória do João aqui na Ponte. Não que ele faça apenas a turma lá de baixo tremer, eu sei que eles vão tremer com a chegada do João, já estão tremendo. Mas não estou entre aqueles que acham que o João seja apenas um motivador. Se pensasse assim, ia recomendar livros de autoajuda para o nosso elenco. Fomos buscar pessoas que têm condição e já provaram isso”, afirmou o mandatário.

O dirigente também não escondeu que Guto Ferreira era a primeira opção para a vaga deixada por Gilson Kleina. “Nós consultamos alguns treinadores que estavam disponíveis. Isso não é demérito, foi um critério que consideramos”, justificou.

Como goleiro da Ponte Preta, João Brigatti disputou cinco dérbis contra o Guarani e, curiosamente, empatou todos. Como treinador, em 2018, empatou novamente, desta vez, por 0 a 0.

O técnico ainda tem um histórico de provocação. Em 2003, ainda como preparador de goleiros, estendeu a bandeira da Ponte no centro do gramado do Brinco de Ouro, gerando tumulto em que precisou ser protegido pela polícia.

Em 2018, quando era auxiliar de Dorival Junior, a Ponte venceu o Guarani por 3 a 2 e Brigatti saiu de campo batendo no símbolo do clube e apontando para a torcida adversária. Na ocasião, o presidente do clube bugrino, Palmeron Mendes Filho, considerou a atitude como “falta de respeito”.

Michael quer Galo na mesma ‘vibe’ do duelo na Sula para cumprir ‘obrigação’ na Copa do Brasil

O Atlético-MG tem no jogo contra o Afogados-PE, pela segunda fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, 26, no interior pernambucano, uma “faca de dois gumes”. Se for eliminado, a pressão aumenta, ainda mais depois da eliminação na Sul-Americana, pelo Unión-ARG. Se garantir a vaga à terceira fase, terá cumprido uma obrigação.

Pelo menos é o que pensa o goleiro Michael, que tem sido o dono da camisa 1 alvinegra neste início de temporada. Segundo o jogador, se o Galo repetir a performance na partida contra o Unión, o Galo poderá cumprir sua “obrigação”: de se classificar na Copa do Brasil.

O time mineiro também está de olho na premiação dada pela CBF para quem avançar à terceira fase do mata-mata: R$ 1,3 milhão.

– Estamos encarando a Copa do Brasil como o campeonato da nossa vida. Vimos jogos deles, sabemos que o campo não é muito bom. Apesar de toda dificuldade, defendemos um grande escudo. Somos Atlético, temos que ir lá e sair com a classificação, é obrigação nossa – disse Michael.

Michael afirmou que o empenho na Sul-Americana, apesar da eliminação, mostrou que o Galo precisa ter o mesmo foco em todos o jogos da temporada.

– Eu saio frustrado, é frustrante. Saio orgulhoso da equipe no jogo de volta, mas perdemos a classificação no jogo da Argentina. É ligar uma alerta para não acontecer, temos que levar com seriedade nos jogos de mata-mata, tanto no primeiro, quanto no segundo jogo. Talvez não fizemos um jogo contra o Campinense. Creio que estamos evoluindo jogo após jogo. Tenho certeza que vamos a cada partida aprendendo mais com o que o Dudamel nos pede-concluiu o goleiro.

Guardiola retribui gentileza de Zidane e exalta grandeza do Real Madrid

Horas depois de ser apontado por Zinedine Zidane como o melhor treinador do mundo, Pep Guardiola manteve o clima de cordialidade entre as duas grandes estrelas do confronto entre Real Madrid e Manchester City, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. O primeiro encontro entre as equipes está marcado para esta quarta-feira, na capital espanhola.

O espanhol, comandante do City, exaltou o fato de Zidane ter vencido a Liga dos Campeões em três temporadas consecutivas pelo Real (2015/2016, 2016/2017 e 2017/2018), algo que, para ele, é uma prova da grandeza do clube merengue e da capacidade do francês.

“O que o Zidane fez na Europa eu acho que não vai voltar a acontecer e demonstra a magnitude deste clube”, disse Guardiola nesta terça. “Os três títulos seguidos demonstram que nesta competição não há ninguém melhor do que eles. Podemos competir com o Real dentro de campo, é possível, mas fora é impossível.”

O treinador voltará nesta quarta ao Santiago Bernabéu, estádio em que esteve muitas vezes como jogador e técnico do Barcelona. E onde foi derrotado pelo Real por 1 a 0 em 2014, no comando do Bayern de Munique, pelas semifinais da Liga dos Campeões. Segundo Guardiola, o time espanhol é, em alguns aspectos, melhor agora do que naquela temporada, em que foi campeão.

“Eu me lembro do 4 a 0 de Munique (a favor do Real, no jogo de volta) e que aqui no Bernabéu fizemos um bom jogo, equilibrado, mas eles chegaram uma vez e marcaram. Agora o Real Madrid é diferente daquele que eu conheci, muitíssimo mais agressivo, pressiona lá na frente.”

Embora tenha ficado feliz com o elogio de Zidane, Guardiola disse que não se considera o melhor treinador do mundo. E ele não pretende usar a recente punição sofrida pelo City – duas temporadas fora das competições europeias – como motivação para buscar o título da Liga dos Campeões. O espanhol, aliás, continua acreditando que seu clube vai conseguir anular a condenação.

“Temos o direito de recorrer e eu confio nas pessoas do meu clube, que me deram as explicações e me mostraram as provas. Somos otimistas. Vamos ver o que acontece.”

Xbox Games With Gold: Confira os games grátis de março

A Microsoft divulgou nesta terça-feira (25) os próximos games gratuitos para Xbox One e Xbox 360 do serviço Xbox Games With Gold. A temporada completa de Batman: The Enemy Within e Sonic Generations são os destaques de março de 2020.

O serviço de assinatura ainda inclui o jogo de plataforma metroidvania Shantae: Half-Genie Hero; e Castlevania: Lords of Shadow 2, sequência direta do primeiro Lords of Shadow. Já Batman: The Enemy Within é o jogo episódio da Telltale que coloca você no controle do Homem-Morcego, enquanto Sonic Generations marcou a clássica franquia da SEGA.

Abaixo, você confere quando os jogos estarão disponíveis para download.

Batman: The Enemy Within – The Complete Season: Disponível de 1 a 31 de março no Xbox One; Shantae: Half-Genie Hero: Disponível de 16 de março a 15 de abril no Xbox One; Castlevania: Lords of Shadow 2: Disponível de 1 a 15 de março no Xbox One e Xbox 360 (jogo retrocompatível); Sonic Generations: Disponível de 16 a 31 de março no Xbox One e Xbox 360 (jogo retrocompatível).

Inscreva-se no canal do IGN Brasil no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Twitch!

Fora contra o Ituano, Raniel volta a treinar normalmente no Santos

O atacante Ranie, que desfalcou o Santos na derrota por 2 a 0 para o Ituano, neste sábado, pela sétima rodada do Campeonato Paulista, voltou a treinar normalmente na reapresentação desta terça-feira no CT Rei Pelé. O atleta passou mal durante o primeiro tempo da partida contra a Ferroviária, há duas semanas, e foi substituído no intervalo. Devido ao mal estar, o jogador foi preservado do confronto diante a equipe de Itu.

Na última semana, o camisa 12 fez apenas atividades leves, como voltas no gramado, e isso foi o principal motivo da sua ausência em Itu. Na reapresentação desta terça, Raniel participou do aquecimento com bola durante os 15 minutos em que a imprensa pôde acompanhar o treinamento.

Um dos dois reforços do Santos na temporada, Raniel fez seis jogos com a camisa do Santos, sendo cinco como titular, e marcou dois gols.