América-MG contrata o zagueiro Anderson, ex-Bahia

O elenco do América-MG está com novidade. O clube mineiro finalizou a contratação do zagueiro Anderson, que estava no Bahia. O jogador chega ao clube com contrato em definitivo até maio de 2021.

O defensor iniciou a sua trajetória no futebol em 2014, no Confiança-SE. Já no ano seguinte, o jogador foi emprestado ao Atlético-MG, onde atuou na equipe Sub-20.

Já em 2016, retornou ao Confiança-SE e em 2017 ganhou o Campeonato Sergipano. No ano seguinte, Anderson incorporou a equipe Sub-23 do Grêmio e permaneceu até 2018, quando conquistou o Campeonato Gaúcho. Ainda em 2018, passou pelo Guarani-SP.

Na temporada 2019, o zagueiro retornou ao seu time formador, o Confiança-SE. Ao todo, atuou em 34 partidas, sendo muito importante para a conquista do acesso à Série B, após 28 anos.

No início deste ano, Anderson atuou pelo Bahia-BA. Nos seis jogos que disputou, o defensor marcou um gol, justamente no clássico contra o Vitória-BA, pelo Campeonato Baiano.

Paulo Bracks, Diretor de Futebol do América, avalia de forma positiva a chegada de Anderson e prevê o crescimento do atleta com a camisa americana ao longo dos próximos meses.

-Nós já estávamos buscando, desde a paralisação, um zagueiro que atuasse pelo lado esquerdo, pois entendemos que era uma carência no nosso plantel. E o Anderson vem como uma oportunidade de mercado, pois sempre estamos atentos. É um jogador de 1995, que está com uma boa idade e tem um perfil como o do Lucas Kal, do Joseph e do Eduardo Bauermann. O Anderson tem uma boa minutagem em campo e foi muito importante para o acesso do Confiança-SE. Chega em definitivo e é mais uma peça para nos ajudar a alcançar nossos objetivos deste ano- destaca Bracks.

Anderson já esteve no CT Lanna Drumond ao lado de Paulo Bracks e conheceu as instalações do clube. Ele também realizou o teste da Covid-19. O zagueiro vai se juntar ao restante do grupo assim que os treinos forem retomados.

Ficha do jogador

Nome completo: Anderson de Jesus Santos
Data de nascimento: 2/3/1995
Local de nascimento: Lagarto (SE)
Altura: 1,85 m
Clubes: Confiança-SE (2014), Atlético-MG (2015), Guarani-MG (2016), Confiança (2016), Grêmio-RS (2017 a 2018), Guarani-SP (2018), Confiança-SE (2019) e Bahia (2020).
Título: Campeonato Sergipano (2017) e Campeonato Gaúcho (2018)

Jogadores do Sevilla causam polêmica por almoço com famílias em meio à pandemia

Ao menos quatro jogadores do Sevilla se reuniram com suas famílias e amigos para um almoço neste final de semana, em atitude que gerou grande polêmica por ter ocorrido em meio à pandemia do novo coronavírus – na qual a Espanha foi um dos países mais atingidos. As imagens foram postadas nas redes sociais da esposa do meio-campista argentino Ever Banega.

Os outros jogadores que puderam ser identificados nas imagens são Lucas Ocampos, Franco Vázquez e Luuk de Jong. Eles aparecem acompanhados de suas companheiras e de outros amigos. As fotos já foram apagadas das redes sociais.

A Espanha está na fase 1 do plano de desconfinamento após o pico da pandemia, ainda contando com algumas regras rígidas para a ocorrência de reuniões como a presença de no máximo 10 pessoas – ao menos 12 apareceram nas imagens. Os atos dos atletas foram muito criticados pela imprensa e pelos torcedores na Espanha.

Javier Tebas, presidente da LaLiga, entidade que organiza o Campeonato Espanhol, criticou a situação. “Essas atitudes são incompreensíveis e inadmissíveis, já que colocam em risco a finalização da competição. Qualquer sintoma de relaxamento é uma falta de respeito à LaLiga, aos clubes, aos jogadores e aos técnicos”, afirmou.

Banega afirmou estar arrependido através das redes sociais. “Quero pedir desculpas pelo acontecido no dia de ontem. Foi uma reunião familiar e de companheiros, mas inconscientemente não estávamos certos. Pelo erro, queremos pedir perdão ao nosso clube, aos nossos torcedores e à sociedade em geral. Não voltará a se repetir. Só queremos voltar a jogar o quanto antes”, disse o volante. Ocampos, Vázquez e de Jong postaram textos parecidos posteriormente.

A Espanha se prepara para retomar as partidas de futebol em breve. Com a liberação do governo ocorrida neste sábado, o Campeonato Espanhol deve retornar no dia 8 de junho.

Mike Tyson afirma que sua volta aos ringues deve ser anunciada nesta semana

Aos 53 anos, Mike Tyson deve voltar a lutar boxe em breve. Depois de levantar a possibilidade do retorno, o ex-pugilista norte-americano revelou que deve assinar um contrato para a próxima luta ainda nesta semana durante participação no programa “Young Money Radio Show”, do rapper Lil Wayne.

Tyson despistou se irá enfrentar o antigo rival Evander Holyfield, que também está se preparando para voltar. “Olha, nós temos tantos caras que querem fazer isso. Temos estado em ligações, estamos negociando com esses caras agora mesmo. Você não vai acreditar nos nomes quando eles saírem. Em algum momento nessa semana nós devemos ter o contrato pronto”, afirmou.

Na entrevista a Lil Wayne, o boxeador afirmou estar em boas condições físicas. “Eu estou me sentindo melhor do que nunca em minha vida. Deus tem sido misericordioso. Eu vou continuar com isso, estou bem. Estou pesando 104 quilos nesse momento”, comentou, antes de ressaltar que não o dinheiro arrecadado nas lutas irá para causas de caridade.

“Eu estou ficando pronto para lutar e para ajudar as pessoas menos afortunadas. Eu vou fazer esse evento de caridade. Vou levantar esse dinheiro para ajudar as pessoas sem-teto e os irmãos viciados. Não são muitas pessoas que conseguem sobreviver assim”, disse Tyson.

A última luta profissional de Tyson foi em 2005. Recentemente, o pugilista impressionou pela boa forma física no vídeo de um treino com o brasileiro Rafael Cordeiro. Segundo especialista, o corpo do norte-americano teria idade fisiológica abaixo de 40 anos.

Como Evander Holyfield também está treinando para voltar a lutar, também para ajudar a caridade (no caso deste, para ajudar as vítimas da crise econômica gerada pela pandemia da covid-19), existe a possibilidade de um terceiro confronto entre os dois lendários boxeadores.

Atlético-MG se aproxima de acerto com Alan Franco, meia do Independiente Del Valle-EQU

O Atlético-MG voltou “à carga” na intenção de contratar o meia equatoriano Alan Franco, de 21 anos, que atua pelo Independiente Del Valle, do Equador. O negócio estava frio, pois o jogador estaria com problemas particulares.

Todavia, a situação está mudando e a contratação do jogador está se encaminhando, tendo que aguardar apenas o anúncio do Galo e do Del Valle. Alan Franco deve estar em BH no início de junho, pois os os aeroportos do Equador ainda estão fechados por conta da pandemia do novo coronavírus.

Alan Franco é um dos nomes pedidos pelo técnico Jorge Sampaoli ao clube, pois apesar da pouca idade é considerado um jogador promissor, com potencial de se tornar um grande atleta. A sua versatilidade, atua como meia e como volante, aumentou seu “cartaz” com o treinador argentino.

Para contar com o futebol de Alan Franco, o Atlético-MG terá mais uma vez o aporte dos seus parceiros financeiros na contratação do meio de campo. O clube vem tentando reduzir custos pela queda grande nas receitas devido a pandemia da Covid-19.

Centro da pandemia nos EUA, Nova York libera treinos de times profissionais

O esporte, aos poucos, começa a voltar na cidade de Nova York, a mais afetada nos Estados Unidos pela pandemia do novo coronavírus com quase 30 mil mortos do total de quase 100 mil que já foram contabilizados em todo o país. De acordo com o governador do Estado de Nova York, Andrew Cuomo, as equipes profissionais já estão autorizadas a frequentar novamente as suas instalações.

“A partir de hoje (domingo), os atletas de todas as ligas esportivas profissionais de Nova York vão poder reiniciar os treinos. Acredito que os esportes poderão voltar à sua atividade desde que os estádios ou ginásios não estejam lotados”, disse o governador em uma entrevista coletiva.

O Estado de Nova York tem duas equipes na NBA (basquete) – New York Knicks e Brooklyn Nets -, três na NHL (hóquei no gelo) – New York Rangers, New York Islanders e Buffalo Sabres -, duas na MLB (beisebol) – New York Yankees e New York Mets – e três na NFL (futebol americano) – New York Jets, New York Giants e Buffalo Bills.

“É um retorno à normalidade. Estamos trabalhando e incentivando todas as equipes esportivas a iniciarem os treinos o mais rápido possível. E trabalharemos com elas para garantir que isso possa ser feito”, reforçou Andrew Cuomo.

‘Corro o risco de não voltar mais a jogar’, revela o zagueiro Dedé

O zagueiro Dedé, vinculado ao Cruzeiro, fez uma revelação forte sobre o seu futuro no futebol: que poderá abandonar a carreira graças ao “sacrifício” que fez, segundo ele, para ajudar o time celeste a não ser rebaixado para a série B do Brasileiro, o que não foi possível, com a Raposa caindo para a segunda divisão nacional.

Dedé foi operado pela sétima vez na região do joelho, sendo o direito a ser submetido a um procedimento desta vez. A operação ocorreu no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, sendo realizada pelo médico Max Ramos e acompanhada pelo profissional do Flamengo e do UFC, Márcio Tannure. A previsão de retorno aos gramados é de até seis meses.

Somando desde o fim de 2019, quando Dedé entrou em campo pela última vez com a camisa do Cruzeiro, em outubro, o zagueiro ficará quase um ano sem atuar pelo clube mineiro. A nova operação de Dedé foi para fazer uma correção no eixo mecânico do jogador e restaurar estruturas articulares do joelho.

-Eu fiz realmente de tudo, joguei 10 jogos batendo osso com osso, sem cartilagem. Esse é até um dos motivos de minha cirurgia ter sido mais agressiva, e agora eu corro o risco de não voltar a jogar. Espero que isso não aconteça-disse o zagueiro em entrevista ao Bola da Vez, da ESPN Brasil.

Dedé disse que, apesar do risco de se aposentar, não se arrepende do sacrifício feito pelo time no momento e que o esforço feito para salvar o Cruzeiro do rebaixamento, apesar de ser em vão, valeu a pena.

-Eu tenho a consciência muito tranquila do que eu fiz pelo Cruzeiro- disse.

O histórico de Dedé no Cruzeiro é permeado por conquistas, como duas Copas do Brasil e dois Brasileiros, mas com poucos jogos proporcionalmente ao tempo que está no clube, desde 2013. Foram 188 jogos com 15 gols marcados pela Raposa. Dos quase sete anos de clube, mais de três ano foram de problemas físicos, principalmente com lesões nos dois joelhos.

Empresário revela que atacante recusou oferta do Barcelona

Entre 2011 e 2013, Tecatito Corona ganhou destaque no futebol mexicano com a camisa do Monterrey Rayados e despertou o interesse de vários clubes da Europa, um deles foi o Barcelona, que tentou a sua contratação.

Apesar de toda a pompa de vestir uma das camisas mais importantes do mundo, o mexicano não se empolgou com a oferta. O principal motivo foi a forma que o negócio acabou proposto ao staff do atleta.

‘Ele jogava pelo Monterrey e conversou com o Zubizarreta, que era diretor esportivo do Barcelona. A ideia era que o jogador assinasse por quatro anos, mas que na primeira temporada seia emprestado a algum time menor para ganhar experiência, algo que não agradou o Tecatito Corona’, afirmou o seu empresário, Matías Bunge à ABC.

Com a decisão de não jogar no Camp Nou, o atleta foi negociado com o FC Twente, da Holanda. Logo depois, acertou com o Porto e atualmente figura entre os principais jogadores do elenco.

Pietro Fittipaldi conquista pole em GP de Mônaco de F1 virtual

Enzo e Pietro Fittipaldi

A F1 realizou hoje, de maneira virtual, o GP de Mônaco 2020, a exemplo do que tem feito nos últimos domingos que a categoria correria nesta temporada. E Pietro Fittipaldi conquistou a pole position mais cobiçada do ano, competindo com a Haas, equipe com a qual tem contrato de piloto reserva e de testes em 2020.

Com oito titulares da F1 na competição, como Charles Leclerc (Ferrari), Alexander Albon (Red Bull), Lando Norris (McLaren), Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo), Esteban Ocon (Renault) e Valtteri Bottas (Mercedes) e a dupla da Williams, George Russell e Nicholas Latifi, Pietro foi o mais rápido sob chuva. O piloto da Haas marcou 1min22s406, mais de quatro décimos de segundo mais veloz que o segundo colocado, George Russell, da Williams.

“Ninguém esperava uma classificação na chuva e foi bem emocionante, consegui encaixar uma volta perfeita no minuto final do qualy. Nos treinos que a gente tem feito durante a semana junto com os pilotos titulares da F1 eu também consegui fazer poles, mas sempre no seco. A chuva acabou sendo um fator a mais de emoção e vou guardar com carinho a memória desta conquista. Ainda que de forma virtual, é o GP de Mônaco organizado pela F1 e que está ajudando a promover entretenimento aos fãs durante a pandemia”, diz Fittipaldi, campeão da World Series em 2017 e que testou pela Haas na F1 nos últimos anos e competiu nas principais categorias do mundo, como WEC, Indy, DTM e Super Formula.

O pódio acabou escapando para o brasileiro após uma largada complicada, em que perdeu três posições, e também com a estratégia de ficar com pneus médios na primeira parte da corrida, que acabou sendo realizada com pista seca. A estratégia vencedora foi começar com os compostos mais macios.

Quem também se destacou foi Enzo Fittipaldi. Depois de ser destaque na F1 virtual em Interlagos como companheiro de Charles Leclerc na Ferrari, o brasileiro fez sua estreia na preliminar da F1, competindo na F2 com sua equipe HWA Racelab, a mesma com a qual fará a temporada da FIA F3. Largando na 16a colocação, Enzo fez uma impressionante exibição e concluiu a prova em quarto, sendo o piloto que mais ganhou posições no traçado conhecido por sua dificuldade de ultrapassagens.

“Foi um final de semana bem bacana nas corridas virtuais, não vejo a hora de poder acelerar no circuito de Mônaco real”, diz Enzo, que foi campeão da F4 Italiana em 2018 e vice na F3 Regional Europeia em 2019.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Inter de Milão aumenta proposta para convencer Cavani, diz jornal

Apesar da pandemia do novo coronavírus, a Inter de Milão segue monitorando o mercado para a próxima temporada. Com isso, segundo o jornal ‘Gazzetta dello Sport’, o clube pretende aumentar o valor da proposta para tentar convencer Edinson Cavani, que está em fim de contrato com o Paris Saint-Germain.

De acordo com a publicação, o time italiano prepara um contrato de três temporadas com o atacante uruguaio no valor de 7,5 milhões de euros, somado aos bônus por ano. O seu vínculo com a equipe francesa se encerra ao final do próximo mês de junho.

Atualmente, o atleta recebe no time parisiense 12 milhões de euros por temporada e conforme noticiado pelo jornal francês L’Équipe, o interesse do PSG na permanência de Mauro Icardi também deve facilitar o negócio. Além da Inter, Atlético de Madrid, Newcastle e Manchester United também demonstraram interesse no atacante de 33 anos.

Desde 2013, o uruguaio disputou 301 partidas e marcou 200 gols com a camisa do PSG. Ao todo, foram seis títulos do Campeonato Francês, cinco Copas da Liga Francesa, quatro Supercopas da França e mais quatro Copas da França.