Centro da pandemia nos EUA, Nova York libera treinos de times profissionais

O esporte, aos poucos, começa a voltar na cidade de Nova York, a mais afetada nos Estados Unidos pela pandemia do novo coronavírus com quase 30 mil mortos do total de quase 100 mil que já foram contabilizados em todo o país. De acordo com o governador do Estado de Nova York, Andrew Cuomo, as equipes profissionais já estão autorizadas a frequentar novamente as suas instalações.

“A partir de hoje (domingo), os atletas de todas as ligas esportivas profissionais de Nova York vão poder reiniciar os treinos. Acredito que os esportes poderão voltar à sua atividade desde que os estádios ou ginásios não estejam lotados”, disse o governador em uma entrevista coletiva.

O Estado de Nova York tem duas equipes na NBA (basquete) – New York Knicks e Brooklyn Nets -, três na NHL (hóquei no gelo) – New York Rangers, New York Islanders e Buffalo Sabres -, duas na MLB (beisebol) – New York Yankees e New York Mets – e três na NFL (futebol americano) – New York Jets, New York Giants e Buffalo Bills.

“É um retorno à normalidade. Estamos trabalhando e incentivando todas as equipes esportivas a iniciarem os treinos o mais rápido possível. E trabalharemos com elas para garantir que isso possa ser feito”, reforçou Andrew Cuomo.

Deixe um comentário