Por dívidas trabalhistas, Anderson Martins e Leandro Desabato processam o Vasco

Mais dois jogadores acionaram o Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1) contra o Vasco nos últimos dias. Tratam-se de Anderson Martins e Leandro Desabato. O LANCE! teve acesso aos autos destas duas ações. Enquanto o zagueiro cobra R$ 620.522,92 na 31a Vara, com o comando da juíza Cristina Almeida de Oliveira, o volante cobra R$ 971.586,00, na 37a Vara, da juíza titular Elisabeth Manhães Nascimento Borges.

No caso de Anderson Martins as dívidas trabalhistas cobradas na Justiça são relacionadas a, dentre outros pontos, multas sobre verbas rescisórias. Já no caso de Leandro Desabato, a cobrança é, dentre outros pontos, relacionada a salários, décimo terceiro, FGTS e multas – com o argentino, a primeira audiência com o Vasco já foi até marcada pela magistrada para o próximo dia 18 de fevereiro. Em ambos os casos, o Cruz-Maltino terá o período para se manifestar nos autos em sua defesa.

Com a camisa do Vasco, Anderson Martins teve duas passagens, a primeira em 2011 e a segunda em 2017 – período este relacionado ao processo no TRT-1. Na soma destas duas vezes que defendeu o Cruz-Maltino, o zagueiro entrou em campo em 51 oportunidades, sendo 29 vitórias, 17 empates e nove derrotas, com dois gols marcados. Este mesmo número de jogos Leandro Desabato teve em sua passagem por São Januário em 2018, com 19 vitórias, 12 empates, 20 derrotas e nenhum gol.

Deixe um comentário